Nova decoração d’A Padaria Portuguesa assinada por João Pombeiro e XXXI Studio

PadariaPortuguesaCampodeOurique0593

No ano em que celebra 12 anos, A Padaria Portuguesa mudou por dentro e por fora. Além de estar focada na origem dos produtos e em projectos de economia circular, a marca lavou a cara e reinventou a sua imagem. Não foram só os menus d’A Padaria Portuguesa que foram virados do avesso, mas também as lojas: mudanças que ao primeiro olhar podem parecer subtis, mas que fazem toda a diferença.

PadariaPortuguesaCampodeOurique0173

A nova decoração das quase 60 lojas ficou a cargo do arquitecto João Pombeiro e do XXXI studio. Materiais naturais e com origem em Portugal foram primordiais. É o caso do mármore de Estremoz presente nos tampos de mesa e o uso de terracota nas peças de revestimento de balcão e luminárias. A produção das novas peças é 100% portuguesa, com o projecto a reforçar, assim, o seu compromisso com a portugalidade.

“O ponto de partida para esta mudança de visual foi o regresso à origem do que é, na sua essência, uma padaria, pelo que a procura de referências próximas ao imaginário tradicional português foi também um fator muito relevante no processo criativo”, refere o arquitecto João Pombeiro.

PadariaPortuguesaCampodeOurique0197PadariaPortuguesaCampodeOurique0254

Nas paredes foram privilegiados os azulejos a lembrar as antigas padarias (optou-se ainda pela cor bege por transmitir mais calma), sendo que as frentes das vitrines de produto surgem agora revestidas a terracota do Algarve, bem como os candeeiros que as iluminam.

As cadeiras de interior foram desenhadas exclusivamente para A Padaria Portuguesa, sendo que também os sofás, num modelo mais moderno e minimalista, as tapeçarias no interior, os toldos, que passaram a ser beges, os expositores de produto e o cavalete à entrada das lojas, em metal, são elementos novos na decoração.

PadariaPortuguesaRitz0296PadariaPortuguesaRitz0367

Apenas foram reaproveitados o chão em mosaico hidráulico e os candeeiros em verga, por serem muito característicos da marca, bem como o mobiliário exterior (as mesas e as cadeiras), embora este tenha sofrido uma reformulação evidente: todo ele foi restaurado e pintado de laranja pela marca original, ADICO, de modo a garantir o máximo reaproveitamento possível dos materiais existentes.

PadariaPortuguesaCampodeOurique0408PadariaPortuguesaRitz0394

Os responsáveis pelo novo design apostaram no produto e na qualidade dos materiais e espaços, dando uma nova roupagem às lojas d’A Padaria Portuguesa – a decoração anterior tinha sido implementada há 11 anos, aquando do nascimento da marca.

PadariaPortuguesaRitz0610PadariaPortuguesaRitz0457

O desafio foi grande: desde acompanhar a produção em larga escala de peças customizadas (e concretizadas por pequenos manufatores através de processos semi-manuais), a ter algumas fases de intervenção a acontecer durante o funcionamento das lojas. Também a implementação simultânea da ideia nas mais de cinco dezenas de lojas espalhadas pela área metropolitana de Lisboa, foi um exercício ultrapassado com mestria.

PadariaPortuguesaCampodeOurique0129

Créditos: Francisco Nogueira

Mais Informações:

https://apadariaportuguesa.pt/

Comentários:

Deixe uma resposta

Tem de iniciar a sessão para publicar um comentário.