OPINIÃO: Revisão da Diretiva da UE sobre o Desempenho Energético em Edifícios (EPBD)

Filipa Soares

FILIPA SOARES
Responsável de Marketing da Eaton em Portugal

“A renovação dos edifícios existentes irá turbocarregar a transição energética, pelo que saudamos as revisões recentemente anunciadas à Diretiva da UE sobre o Desempenho Energético em Edifícios (EPBD).

Ao reforçar os requisitos para acelerar a transição energética em todos os edifícios – novos e existentes – a EPBD sublinha a necessidade de abordagens à gestão energética que considerem os edifícios como parte integrante da rede, por exemplo, através da cobrança de EV e da energia renovável gerada no local.

Ao estabelecer normas mínimas de desempenho energético para os edifícios existentes em grandes renovações, a UE reforça a sua estratégia de fornecer uma Europa neutra em carbono até 2050 e melhora a probabilidade de atingir o seu objetivo de reduzir as emissões de carbono em pelo menos 55% em comparação com os níveis de 1990”.

 

Comentários:

Deixe uma resposta

Tem de iniciar a sessão para publicar um comentário.