Escola de Ensino Superior da Cruz Vermelha Portuguesa

camera01camera02camera03

O projeto trata de uma apropriação e adaptação deste edifício numa escola de Ensino Superior de Saúde que condiga espacialmente com a notoriedade e prestígio da instituição. A escola hoje ocupa a Torre Urbiceuta, um edifício que foi concebido em open-space para escritórios. Na sua totalidade, após as ampliações previstas, a torre terá uma área total de aproximadamente 18.000m2. Esta tem um caráter brutalista, com uma fachada modular pré-fabricada. O projeto pretende o restauro e manutenção desta fachada, o que permite uma intervenção pontual, alterando o edifício em altura.

camera04
A torre passa, dessa forma, a ter um carácter ordenado e estratificado, e à semelhança de uma coluna clássica, engloba nos três elementos principais diferentes funções: a Base, de chegada e onde estão distribuídas as infraestruturas públicas da escola; o Fuste onde se distribuem as salas de aula, e o Capitel que enquadra a direção e os professores.
Na sua base, foi criado um grande átrio, de onde orbitam as grandes infra-estruturas tais como refeitórios e auditórios para 1800 alunos.
A escola é transformada internamente para se adequar às necessidades atuais de uma escola de ensino competitiva a nível internacional.

camera05camera06camera07
No Fuste, além das salas de ensino formal, o projeto incorpora um corpo vertical à torre, que propõe um espaço de ensino informal, onde se distribuem espaços de estudo individuais e colectivos, zonas de socialização e de partilha. Este corpo também passa a exercer uma função essencial de acesso vertical, de forma aliviar o núcleo central de acesso existente. Por fim, o Capitel, que abrigará a cabeça da escola, a administração e os professores.

Diagramas Geração de Projeto
O Projeto visa ser um edifício NZEB, reabilitação pioneira numa construção pré-existente e em torre da península Ibérica.

 

FICHA TÉCNICA
Arquitectura e Coordenação:
Apparatus Architects, LDA
Imagens 3D:
Carlos da Costa e João Victor Brito Silva
Área:
18 000m2

Designação: Escola de Ensino Superior da Cruz Vermelha Portuguesa (ESSCVP)
Função: Escola de Ensino Superior
Localização: Alcântara, Lisboa
Dono de Obra: Escola de Ensino Superior da Cruz Vermelha Portuguesa ESSCVP
Data conclusão da obra: 2026

 

imagem GabineteAA_Logotipo_preto fundo brancoFundado em 2016, Apparatus Architects é um escritório internacional premiado, sediado em Lisboa e Brasília. Entre arquitetura, urbanismo, design e investigação, são abrangidas diversas escalas de projeto.
Com uma equipa composta por profissionais experientes, de diversas origens, criou-se um ambiente de colaboração criativa única.
Com especial enfoque em arquitetura, reabilitação e desenho urbano, prestamos um serviço integrado de todas as fases de projeto, da concepção à construção. Ao longo dos anos foi igualmente desenvolvida um núcleo de concursos, trabalhando em diversas escalas, tanto nacional como internacionalDurante o ano de 2020, o escritório foi premiado em diversas ocasiões, com exemplo da Architizer A+Awards, que concedeu notoriedade e reconhecimento do trabalho realizado, originando uma parceria frutífera com a Escola de Ensino Superior da Cruz Vermelha Portuguesa.

Principais projectos em carteira:
• Reabilitação e ampliação da ESSCVP
• Reabilitação de quinta no Alentejo 9 HA
• Habitação unifamiliar em Cascais
• Habitação unifamiliar em Brasília
• Projeto de reabilitação e união de dois edifícios em Lisboa

GABINETE:

APPARATUS ARCHITECTS, LDA

Comentários:

Deixe uma resposta

Tem de iniciar a sessão para publicar um comentário.