P P A h o u s e

PPA-maq 02

A presente memória refere-se á construção de uma moradia unifamiliar na freguesia de Bougado, na Trofa.
O terreno de intervenção tem uma área de 931,00 m2 e uma forma de geometria irregular, com frente em curva, encaixada numa situação de gaveto. A topografia, cerca de 1,0 m acima dos níveis de referência de rua, acompanha o ligeiro declive das vias que a confinam no sentido nascente-poente.
PPA-render 01Trata-se de uma zona urbana em processo de definição, onde predomina um ambiente rural com presenças urbanas dispersas. A paisagem não suscita preocupações específicas, senão estabelecer os princípios de atuação para aqueles que serão os principais elementos da definição do espaço público (passeios e muros) e dos espaços exteriores da moradia, promovendo as caraterísticas mais endémicas.
A habitação ocupa uma área de 357.70 m2 e desenvolve-se num único piso. A implantação é um polígono irregular definido por faces paralelas aos alinhamentos das vias públicas. No centro do polígono recorta-se um pátio de forma quadrangular.
O programa do edifício divide-se em três zonas: zona social e serviço exposta ao gaveto (sul-poente); zona de quartos e aparcamento coberto. Os espaços privilegiados de estar e de serviço da casa conformam-se em volta do pátio central de apoio à PPA-render 02atividade doméstica, abrigados da intempérie por uma galeria exterior coberta. A área social é constituída por sala de estar e sala de jantar, em continuação, e cozinha com espaço para pequeno-almoço, mais despensa e lavandaria.
A ala privada da casa é composta por dois quartos que partilham uma casa de banho e um quarto com closet e quarto de banho privado.
O estacionamento é um espaço coberto com acesso direto à cozinha.
A casa será realizada com um sistema construtivo de laje e paredes em betão armado que serve de acabamento no interior de casa. A face externa das paredes exteriores será revestida com sistema ETICS. A totalidade de área de teto será executada em gesso cartonado.
No interior, o pavimento das zonas úteis será em soalho de madeira. As zonas húmidas terão um revestimento de pavimento em mármore Estremoz.

Designação
P P A h o u s e
Função
Habitação
Localização
Trofa, distrito do Porto
Dono de Obra
Egas Moniz – Cooperativa de Ensino Superior
Data Conclusão da Obra
Novembro de 2022

Ficha Técnica
Arquitetura N O A R Q – José Carlos Nunes de Oliveira
Colaboradores arq. Sara Bitossi – project manager; arq. Sruthy Lakkimsetty, arq. Gloria Herranz, Beatriz Gapo.
Renders Lens

NOARQ-foto equipaNOARQ-logo

NOARQ é o nome próprio de uma vontade de fazer e pensar à mão, desde 2000, entre Porto e Trofa.
Evoluiu para um espaço de pesquisa, conceção e produção através do desenho para o território, a arquitetura e os objetos quotidianos, com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade de vida do homem.
NOARQ assenta a sua prática no acolhimento, atendimento e recolhimento – medindo a insatisfação, os apetites e adjetivos, com vista a obtenção de uma resposta concreta ao problema.
A proposta é sustentada por realismo, crítica por natureza, desinibida (porque é criativa), arriscada e esforçada porque opera nos limites.
O trabalho desenvolvido compromete-se com os advérbios de tempo, lugar, de ordem, de interrogação, de inclusão e de dúvida. Desdenha os advérbios de quantidade, de modo, de negação e exclusão em busca de prática idónea, responsável e perseverante.

Gabinete:

NOARQ

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.