Casa Mortuária de Barrancos

Casa Mortuária de Barrancos 01

A ideia de “Construir com a paisagem” origina a proposta vencedora do Concurso Público, promovido pela Câmara Municipal de Barrancos e assessorado pela Ordem dos Arquitetos para a Casa Mortuária de Barrancos.
Para responder eficazmente ao PDM de Barrancos (que protege o olival centenário existente) concentrou-se a proposta num único ponto da área de intervenção. E estabelece-se o edifício entre cotas distintas: a cota alta – da Praça Pública, espaço de confluência aberto à paisagem com um ponto de água para refresco e a cota baixa – de acesso ao interior do edifício, com ambientes que convidam ao isolamento e introspeção.
São promovidos acessos de nível aos diferentes espaços, melhorando as condições de acessibilidade existentes.
No piso térreo propõe-se um revestimento em xisto pelo exterior, fazendo destacar, à cota alta os volumes brancos do “poço de luz”, que ilumina o átrio do piso inferior e das coberturas das capelas – nascente e poente.
No interior o átrio é o elemento central do espaço. Antecede a entrada nas capelas, como espaço de estadia e é fundamental na distribuição entre o programa público (instalações sanitárias, copa e capelas) e o programa de serviço (arrumos, áreas técnicas e área dedicada ao responsável do culto). Nas capelas, estão previstos em cada uma 60 lugares sentados em mobiliário individual para permitir diversas ocupações do espaço e até a união de ambas através do sistema de abertura de portas proposto. Aumentou-se ainda a cubicagem do espaço e, através da posição das aberturas, intensificou-se a carga simbólica proporcionada pela dinâmica da luz natural, que percorre o espaço de forma diferenciada todos os dias do ano.

Casa Mortuária de Barrancos 02

 Designação
Casa Mortuária de Barrancos
 Função
Equipamento Público
 Localização
Barrancos, Portugal
 Dono de Obra
Câmara Municipal de Barrancos
 Data conclusão da obra
2021

Ficha Técnica
Arquitectura: MESA Atelier
Arquitectura Paisagista: Francisco Caldeira Cabral, arquiteto paisagista
Estabilidade: João Paulo Cardoso, PRPC Engenheiros
Especialidades: Acribia | Projetos de Engenharia, lda.
Medições e Orçamentos: Tribato | Medição de Projetos de Arquitetura

MESA Atelier 01 MESA Atelier 02Fundado em 2017 pelos arquitetos Ana Isabel Santos, João Tavares, João Varela e Paulo Dias, Mesa atelier é consequência do intenso trabalho de experimentação que progride para a realização de concursos de arquitetura nacionais e internacionais. É a partir do estudo da evolução urbana e técnicas/matérias construtivas tradicionais, na economia de recursos, desafios do clima e nos valores culturais de cada
lugar que se encontra o fio condutor de cada projeto. A conjugação entre estes (paisagem) permite definir estratégias válidas que originam a arquitetura pretendida ou, por vezes, fazem perceber a sua desadequação.

Projetos, reconhecimentos e prémios
2017 – 1º Prémio – Concurso Internacional de Arquitetura Beebreeders “Blue Clay Country Spa”, Letónia;
2019 – Menção Dourada – Concurso Internacional de Arquitetura YAC “Common Ruins – La Mothe Chandeniers”, França;
Casa das Janelas Verdes, Reabilitação de Apartamento, Lisboa (em obra);
Casa em Manteigas, Reabilitação de Edifício Unifamiliar, Manteigas (em obra);
1º Prémio no Concurso Público para a Conceção e Construção da nova Casa Mortuária de Barrancos.

Gabinete:

MESA ATELIER

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.