OPINIÃO: Projetar o Futuro, do que estamos à espera?!

FRD_Look 1_757_67341-Edit (1)

MARIA JOÃO ANDRADE

ARQUITECTA
MJARC ARQUITETOS ASSOCIADOS, LDA

De acordo com o relatório das Nações Unidas, a população mundial vive 50% em cidades, prevendo-se que aumente para 70% até 2050. Com o crescimento das cidades e a subida drástica das temperaturas, é urgente que o sector do planeamento e construção estejam alinhadas e legislados com práticas de construção verde.

Edificios  sustentáveis requerem uma abordagem integrativa. Isso significa ver o edifício como um todo, tendo em conta a relação entre as diferentes partes do edifiico. Por exemplo, o desenho da fachada tem um impacto na iluminação natural e, portanto no projeto de iluminação e por ultimo na eficiencia energética do edifiico.

Esta metedologia de  projeto requer pensar num todo,  no ciclo de vida para identificar e quantificar efeitos ambientais ao longo da vida dos materiais, produtos ou edifícios. Por exemplo, não basta adquirir um material próximo ao local, mas entender onde as matérias-primas foram extraídas, o conteúdo reciclado e assim por diante, para obter uma visão completa de seu impacto no ambiente…

Quando se procura um edifício de alto desempenho, não basta simplesmente pedir o quanto verde é o seu edifício… temos que questionar o quanto  verde é o nosso processo de planeamento.

Pensar num  edificio verde requer um afastamento das praticas padrão que tradicionalmente trabalha como entidades separadas, esta mudança de paradigma  é fundamental para a criação de edifícios mais sustentaveis.

Nenhum problema pode ser resolvido pelo
mesmo estado de consciência que o criou”
Albert Einstein

Numa sociedade em constantes mudanças lançam-se um novo desfio em planear os edificios  para se adaptar às mudanças futuras e serem projetados e operados para resistir ao teste do tempo.

Estou certa que esta abordagem ajudará a criar comunidades mais vitais, espaços internos e externos mais saudáveis assim como ligações mais fortes com a natureza.

 

Comentários:

Deixe uma resposta

Tem de iniciar a sessão para publicar um comentário.