Edifício de habitação em Moscavide

Luis candeias03

O projecto de arquitectura que agora se apresenta, é respeitante à alteração de um imóvel existente, que se pretende reabilitar, para melhoria das condições funcionais de cada apartamento, com intervenção reduzida ao nível da compartimentação e da estrutura global pré-existente e adaptação às exigências actuais dos espaços

Trata-se de um edifício presumivelmente do início do Sec. XX, composto por 1 piso abaixo da cota de soleira e 3 pisos em altura.

Apresenta as duas fachadas – principal e de tardoz – bem como uma empena totalmente visível devido ao facto de não ter nenhuma construção adossada à esquerda do imóvel.

Cada um dos pisos constitui um fogo com acesso pela Avenida de Moscavide, nº 6 e um fogo em Cave com acesso pelo nº 6 A da mesma Avenida.

O edifício apresenta uma cobertura de duas águas, inclinadas para a frente e para tardoz. Dispõe ainda de um corredor lateral coberto, que se destina ao acesso ao piso em cave e constitui serventia para os prédios confinantes à direita. Interiormente e para criação de uma sala comum com uma kitchenette em cada piso, são demolidas paredes divisórias sem função estrutural correspondentes a uns arrumos e à parede de um quarto. Na parte voltada para a fachada principal é feita a demolição parcial de uma parede para a criação de um quarto com zona de vestir.

As cozinhas dos apartamentos dos pisos acima do solo são mantidas na sua posição original, mantendo-se as chaminés características deste tipo de edificações.

Luis candeias02

Relativamente à habitação da cave, para cumprimento do regime das acessibilidades, optou-se por ser este o fogo adaptado, pelas condições mais favoráveis de acesso à via pública. É criado um fogo de tipologia T1, com uma sala com kitchenette, um quarto voltado a tardoz, para que beneficie de janela regulamentar e luz natural e uma instalação sanitária adaptada. A ventilação e iluminação da área da sala e da kitchenette é assegurada pela existência de três janelas altas pré-existentes, voltadas para a fachada principal e para o corredor de serventia. Atendendo a que existe um desnível entre a cota de soleira do apartamento e a do corredor de serventia, é proposta a instalação de uma plataforma elevatória, adequada para exterior, sendo assim assegurado o percurso acessível.

A intervenção proposta para a fachada principal do edifício consiste na reparação e limpeza do revestimento a azulejo existente. Dada a falta de algumas peças, serão produzidas réplicas do azulejo para colmatação e preenchimento de todos os espaços.

A intervenção na fachada de tardoz é um pouco mais complexa uma vez que a mesma se encontra completamente descaracterizada. É proposta a recolocação das varandas nos locais anteriormente existentes bem como um conjunto de elementos decorativos, nomeadamente pilastras nos extremos da fachada, frisos horizontais alinhados com as varandas, para marcação dos pisos e uma platibanda semelhante à da fachada principal.

Função:

Habitação

Localização: Avenida de Moscavide, 6 – Loures, Lisboa

Data da início da obra: Previsto para 2021

FICHA TÉCNICA

Atquitectura: Arq. Luís Candeias

Fundação; Estruturas, Domótica:

Engº Nuno Mota

Instalações e Equipame. de Águas e

Esgotos: Engº Nuno Mota

 

Luís Candeias, Arquitecto (Hatcharound, Lda.)

Localizado no centro de Lisboa, LUÍS CANDEIAS, ARQUITECTO executa projectos e obras, desde arquitectura a interiores e do mobiliário à iluminação, nas áreas da habitação, restauração/ bebidas e hotelaria/alojamento local.

Após se licenciar em 1989, Luís Candeias trabalhou na Direcção Municipal de Reabilitação Urbana da Câmara Municipal de Lisboa onde desenvolveu projectos e fiscalizações de obras e contribuiu para a elaboração de uma proposta para o Plano de Salvaguarda e Valorização do Núcleo Histórico do Paço do Lumiar. Em Setembro de 2002 criou a PARAMENTO – Consultoria e Arquitectura, Lda., e em 2018 o estúdio assumiu o actual nome, agora compreendido na sua empresa HATCHAROUND, Estúdio de Arquitectura Lda. Tem publicados diversos artigos na Revista AHRESP, associação com quem colaborou entre os anos de 2002 e 2018, sob o tema Arquitectura/Restauração.

Dos trabalhos realizados destacam-se a Unidade de Cuidados Continuados de Torre de Moncorvo e o Centro de Saúde do Lavradio no Barreiro, a reconversão do Hotel Lisboa Central Park e da Residencial Londres, o Restaurante Tavares, a Adega Machado, O Faia e as Pastelarias Versailles, assim como a reabilitação/ampliação da Vila Adell e um edifício de habitação na Rua das Canastras (Lisboa) e o recente projecto de Agroturismo para a Mina da Caveira (Grândola).

O gabinete trabalha em conjunto com os seus colaboradores em equipas pluridisplinares especializadas em diversas áreas, dando assim resposta aos desafios lançados no projecto e na construção.

Luis candeias01

Luís Candeias, Arquitecto

(Hatcharound, Lda.)

Rua Infante D. Pedro, lote 1 – loja B 1700-244 Lisboa

Telefone: +351 217 931 435 / 933 032 666

E-mail: [email protected]

Site: www.arq-luiscandeias.pt

 

GABINETE:

HATCHAROUND – ESTÚDIO DE ARQUITECTURA, LDA.

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.