BIOCALCE® MUROSECO REABILITAÇÃO DE PAREDES HÚMIDAS E SALINAS

Kerakoll03

A HUMIDADE A DOENÇA DA PAREDE

As alvenarias são todas potencialmente absorventes e sofrem o contacto com a água. Em particular, a humidade mais crítica é aquela proveniente do solo carregada de sais (cloretos, sulfatos, nitratos), que impregnam a alvenaria e causam ascensões capilares de humidade até alguns metros.

A humidade altera o comportamento físico e químico da parede, aumenta a condutibilidade térmica e limita o seu poder isolante. Para além disso, por causa da cristalização superficial dos sais, gera a desagregação precoce dos materiais de construção e uma destruição rápida da parede.

Uma alvenaria saturada de água diminui o seu poder isolante e favorece a formação de bolores e bactérias, piorando a salubridade dos ambientes e o bem-estar das pessoas que os habitam.

 

BIOCALCE® MUROSECO, RESOLVE DEFINITIVAMENTE O PROBLEMA DA HUMIDADE DAS PAREDES

O Biocalce® MuroSeco garante um equilíbrio natural entre a humidade ascendente capilar e a eliminação superficial da humidade, aproveitando as qualidades naturais de microporosidade e higroscopicidade da cal pura NHL e pozolana natural.

A insensibilidade à reacção com os sais assegura a estabilidade química do reboco e a duração de todo o sistema desumidificante.

Nasce o primeiro reboco natural para a desumidificação superficial de longa duração.

A dimensão dos microporos activos do Biocalce® MuroSeco garante uma elevada transpirabilidade e uma baixa absorção capilar. O diâmetro reduzido dos canais capilares bloqueia a passagem da água, que não entra no reboco, mas permite a livre passagem das moléculas de vapor.

 

BIOCALCE® é um material simples e natural que, graças à sua porosidade, transpirabilidade e higroscopicidade, permite um intercâmbio contínuo do ar e vapor do interior da parede mantendo a casa saudável e em perfeito equilíbrio.

 

A resistência química de um ligante hidráulico ao ataque de sais de sulfatos determina-se através de um método analítico chamado “ENSAIO DE ANSTETT”.

O método consiste em preparar provetes de ligante (previamente endurecido em água, seco e moído) com 33% de gesso (sulfato).

Essa nova mistura de pó é depois humedecida com 6% de água e prensada num molde próprio para se obter uma pastilha cilíndrica com dimensão padrão (Ø 80 mm).

O provete assim preparado é colocado sobre um suporte poroso (ladrilho de bicozedura) em contacto permanente com água.

A reacção aos sulfatos é verificada medindo em intervalos de tempo regulares o diâmetro do provete com um calibre de precisão (± 0,01 mm).

A medição é expressa com a percentagem de aumento do diâmetro desde o início do ensaio.

Captura de ecrã 2020-10-26 190532

Mais informações:

KERAKOLL PORTUGAL, S.A.

Núcleo Empresarial da Venda do Pinheiro – Bloco 2 – Fracção 97

2665-602 Venda do Pinheiro MFR – Portugal

Tel +351 21 986 24 91 – Fax +351 21 986 24 92

e-mail: [email protected]

 

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.