Sinalética Eaton indica distância social em edifícios públicos

distance_signage_2m_ceiling_transpAssistimos a várias iniciativas que tentam aliviar as consequências do cenário atual e melhorar a situação sob vários ângulos. Além de outras iniciativas sociais que a Eaton está a desenvolver, a marca, líder em gestão de energia, acredita que, diante das dificuldades mais técnicas, em períodos de crise, a chave é contribuir com a especialidade de cada um, alcançando a melhor sinergia.

Nesse sentido, a divisão de segurança da empresa projetou um novo pictograma de informações cujo objetivo é lembrar a distância mínima de segurança em locais públicos. Os proprietários e responsáveis de infraestrutura enfrentam o desafio de manter a segurança nas instalações, segurança essa que, pela primeira vez, depende não apenas da instalação em si, mas também do comportamento dos seus visitantes.
Com o objetivo de facilitar o trabalho, a Eaton desenvolveu pictogramas muito simples que lembram os visitantes em todos os momentos e através de um sinal luminoso, a importância de respeitar a distância física para proteger a saúde de todos.

distance_signage_2m_wall_front_transpOs pictogramas de distância física a serem instalados nas luminárias de sinalização Eaton CrystalWay foram projetados com indicadores de distância de um e de dois metros. A sinalização ajuda a informar os visitantes e a reforçar as diretrizes de segurança local em todos os momentos.

Este pictograma pode ser facilmente instalado em qualquer lugar do edifício. Da mesma forma, os sistemas de evacuação adaptável e de iluminação de emergência da Eaton podem ser atualziados com esas novas indicações. A empresa permite, assim, equipar sistemas que convertem elementos de segurança passivos em dinâmicos, com novas funcionalidades totalmente adaptadas às circunstâncias atuais, onde o conceito de segurança prevalece mais do que nunca.

A Eaton defende constantemente a necessidade de transformar os elementos passivos e estáticos de uma instalação em elementos dinâmicos, para aumentar a segurança. No entanto, hoje são os elementos passivos que são adaptados às circunstâncias atuais, graças a esta nova solução, para agir como o melhor lembrete de como devemos proceder, especialmente em edifícios públicos onde é difícil manter distâncias.

Jose Antonio Afonso, responsável do segmento de Commercial buildings da Eaton Iberia, comentou que “é tão difícil ignorar esses sinais quanto não notar a oscilação do pictograma dinâmico que indica a saída, quando estamos diante de uma situação de alarme; É por isso que confiamos plenamente em contribuir, com o nosso grão de areia, com esta solução criativa. Tudo isso nos lembra mais uma vez que, às vezes, a nível geral, no setor industrial, já temos a tecnologia necessária para realizar múltiplas inovações e avanços, mas falta-nos esse ponto de criatividade e essa mudança de mentalidade quando se trata de colocá-lo em resposta às nossas necessidades mais práticas”.

Mais informações:

Eaton

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.