Promotora Rio Capital vai investir no interior do país no âmbito da estratégia “casas para portugueses”

  • A Rio Capital está a olhar para projetos fora de Lisboa e Porto que estão saturados e as câmaras não respondem com a velocidade que é necessário.
  • A estratégia actual da Rio Capital é desenvolver negócios no imobiliário onde os outros promotores não estão.
  • A Câmara Municipal de Portalegre tem vindo a desenvolver um excelente trabalho atraindo empresas e pessoas para a região.
  • O sucesso da maior parte dos projetos imobiliários depende fortemente da agilidade com que as autarquias respondem aos processos.
  • O investimento será em num projeto imobiliário com um investimento à rondar os oito milhões de euros e que será anunciado nos próximos meses.

Júlio Luz, CEO Rio CapitalJúlio Luz, CEO Rio Capital

Depois de investir na área da Grande Lisboa, a promotora imobiliária anuncia um novo investimento, desta vez no Alto Alentejo, concretamente em Portalegre. De recordar que a Rio Capital em três anos, desde a sua chegada a Portugal, já desenvolveu seis projetos, num volume total de aproximadamente 30.000 m2 de construção. Até ao final deste ano a Rio Capital vai investir mais 35 milhões de euros em imobiliário português e até 2022 prevê investir mais 30 milhões de euros.

Conscientes da importância de investir no interior do país, a promotora escolheu a cidade de Portalegre. De acordo com os promotores, a Câmara Municipal de Portalegre tem vindo a desenvolver um excelente trabalho atraindo empresas e pessoas para a região e para a Rio Capital, o sucesso da maior parte dos projetos imobiliários depende fortemente da agilidade com que as autarquias respondem aos processos.

Com esta estratégia, a Rio Capital está a olhar para projetos fora de Lisboa e Porto que estão saturados e as câmaras não respondem com a velocidade que é necessário.

O investimento será em num projeto imobiliário com um investimento à rondar os oito milhões de euros e que será anunciado nos próximos meses. Sendo a câmara municipal muito ágil, esperam iniciar a construção e pré-vendas no princípio do próximo ano, com a conclusão até meados de 2023.

A estratégia actual da Rio Capital é desenvolver negócios no imobiliário onde os outros promotores não estão. “Nós procuramos desenvolver regiões onde existe forte procura por habitação, com preços mais moderados, câmaras municipais que apoiam o investidor/promotor e que estejam realmente empenhadas em desenvolver as suas regiões”, realça Júlio Luz, CEO da Rio Capital e acrescenta “nesta linha, estamos a olhar para o Alentejo e centro do país”.

Júlio Luz, CEO Rio Capital1Júlio Luz, CEO Rio Capital

Um promotor que tem como objetivo criar projetos para portugueses
Até ao momento a Rio Capital já desenvolveu vários projectos. De realçar o projeto já concluído e todo vendido  como o Cruz da Pedra Palace (100% vendido), um palacete do século XVII transformado em condomínio privado de luxo, composto por 13 apartamentos com vista frontal para o rio Tejo, com, spa, piscina, ginásio e concierge, situado a poucos minutos dno bairro do Chiado e da emblemática Avenida da Liberdade.

O Vila Viva (https://www.villaviva.pt), um empreendimento em Vila Franca de Xira, que se encontra em construção em consórcio com a promotora Estrutural Group, com 85 apartamentos, dos quais 75 já estão vendidos, sendo dirigido à classe média portuguesa, a jovens que procuram a primeira casa própria e a famílias que estão dispostas a morar fora do centro de Lisboa e ter uma excelente qualidade de vida, com apartamentos maiores a preços acessíveis. A entrega das 45 primeiras unidades está prevista para este ano.

O Avenida Living, um projeto que conta com a assinatura do reconhecido arquiteto português Miguel Saraiva, do atelier Saraiva + Associados. Num edifício integrado numa das zonas premium da capital portuguesa, na João Crisóstomo 20, junto à Avenida da República, o Avenida Living surge a partir de uma reabilitação cuidada e de grande respeito pela sua memória e história mas introduzindo toda a modernidade na construção e na funcionalidades dos espaços. O Avenida Living é composto por oito apartamentos de alto luxo e uma loja.

Destaque também para um grande empreendimento na área das residências de estudantes, o WAVE CAMPUS com um novo conceito para estudantes portugueses, e que tem também com a assinatura do arquiteto Miguel Saraiva. O empreendimento com 330 quartos individuais, todos com casa de banho, vai ser construído no Monte da Caparica, a poucos passos da Faculdade de Ciências e tecnologia (Universidade Nova) que conta com nove mil alunos.

Também em 2021 a Rio Capital vai lançar um empreendimento turístico (residências com serviços) em Alcântara, Lisboa, vizinho à LX Factory e Hospital da CUF Alcântara. Serão à volta de 67 apartamentos compactos, com um conceito jovem e moderno, adequado à região que está em franca expansão.

Rio Capital  é uma empresa privada de investimento imobiliário que desenvolve projetos de raiz. O seu diferencial é a solidez, a capacidade de decisão rápida e extenso “network”, seja  local ou no Brasil, onde também desenvolve projetos imobiliários e de hotelaria. Rio Capital está concentrada em dois seguimentos estratégicos: “state of the art” e desenvolvimento de ativos de rendimento tais como hotéis e, residências de  estudantes, todos na região da Grande Lisboa. https://www.riocapital.pt/

Comentários:

Deixe uma resposta

Tem de iniciar a sessão para publicar um comentário.