Tetos Armstrong para criar edifícios mais sustentáveis

Tetos Armstrong para criar edifícios mais sustentáveis 01

Cada vez mais, a sustentabilidade é um fator a considerar ao tomar decisões no âmbito da execução de um projeto. Nos últimos anos, a procura por produtos fabricados com materiais green tem vindo a aumentar no setor da construção e, por outro lado, também se pretende que estes produtos sejam sustentáveis uma vez instalados e não constituam uma fonte de contaminação direta.

Estas exigências, sobretudo em espaços como hospitais ou escritórios, resultaram numa valorização e promoção da sustentabilidade dos produtos na indústria da construção, tanto dos materiais empregues como dos efeitos que estes podem ter na saúde e no bem‐estar das pessoas.

Armstrong é o primeiro fabricante europeu de tetos a obter o certificado “Cradle to Cradle”, preenchendo assim os critérios básicos da economia circular, uma economia restauradora que considera o ciclo de vida completo de um produto. O Programa de Reciclagem “Ceiling‐to‐Ceiling” de tetos Armstrong é um exemplo disto mesmo. Trata‐se de um compromisso assente no uso de produtos sustentáveis para o fabrico dos seus tetos de fibra mineral e na sua reciclagem uma vez finda a sua vida útil. Este programa de reciclagem, único no mercado, propõe recuperar as placas usadas e reciclá‐las para serem novamente empregues. Nas suas fábricas, são alvo de tratamento e posteriormente reintroduzidas no circuito de produção. Desta forma, os tetos antigos convertem‐se em novos, com recurso a material pós‐consumo, sem taxas de deposição nem custos derivados do uso de contentores. Estas dinâmicas fazem da Armstrong uma grande referência no setor ao nível da preservação dos recursos naturais e da redução do impacto ambiental dos processos de fabrico.

Tetos Perla para garantir uma poupança de energia significativa
Tetos Armstrong para criar edifícios mais sustentáveis 02A Armstrong também se propõe reduzir o impacto ambiental através da poupança de energia. Como? Criando produtos que reduzam inevitavelmente o consumo de energia. Uma das características dos produtos classificados como green ou sustentáveis é a sua capacidade de ser benéfico tanto para o meio ambiente como para a saúde. Isto não se limita aos componentes do referido produto, mas também aos seus efeitos. Um exemplo disto são os tetos com elevada percentagem de reflexão da luz solar.
A gama de tetos Perla da Armstrong, com certificação “Cradle to Cradle”, conta com 85% de reflexão da luz. Graças a esta percentagem elevada evita‐se o uso de luz artificial durante muitas horas por dia, com o
que se poupa energia e beneficia simultaneamente a visão, melhorando‐se também a capacidade de
concentração dos trabalhadores, no caso de edifícios destinados a escritórios.

Edifícios mais ecológicos graças a uma boa qualidade de ar interior
Tetos Armstrong para criar edifícios mais sustentáveis 03Tendo em conta que hoje em dia 90% da vida se desenrola dentro de um edifício, é muito importante considerar os fatores que afetam o ambiente interior dos mesmos. E, na verdade, a sustentabilidade dos produtos também pode relacionar‐se com a qualidade do ar interior e a presença de compostos orgânicos voláteis (COV), resultantes da emissão de compostos químicos utilizados no fabrico da maior parte dos materiais atuais. Estes compostos químicos são transmitidos para o meio ambiente, formando um cocktail de substâncias potencialmente prejudiciais para o ambiente e a saúde humana.
É por isto que se revela necessário controlar e reduzir as suas emissões, seguindo as recomendações ou
legislações dos diferentes países.

Neste sentido, as soluções de tetos da Armstrong garantem níveis muito baixos de COV e contam com a classificação M1 (Classificação finlandesa de emissões de materiais de construção), e VOC A+ ou VOC A, segundo a legislação francesa (A+ é o nível máximo de certificação para emissões de formaldeído com um limite de 10 μg/m3). A importância destes rótulos ecológicos reside no facto de serem conferidos àqueles materiais de construção que contribuem para um habitat saudável e respeitador do meio ambiente. Além disso, há que ter em conta que os produtos de tetos com baixas emissões de COV ajudam a obter uma melhor classificação em certificações como LEED® ou BREEAM.
Como tal, escolher este tipo de materiais sustentáveis é a opção mais responsável, colocando termo aos maus hábitos poluentes do passado. A longo prazo, optar por soluções como as que Armstrong oferece, permitirá contar com materiais mais duradouros, reutilizáveis e que beneficiarão a sociedade em geral.

Mais informações:

www.armstrong.pt

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.