EDIFÍCIO HABITACIONAL. Conheça o Atelier aqui!

destaque1

Em termos gerais, a intervenção proposta corresponde à conceptualização global de ocupação do terreno, que foi devidamente reflectida, com uma ideologia conjunta preconizada com uma imagem análoga, marcada pelo seu carácter particular, onde se pretende que volume da edificação fique inserida e actualizada em termos das exigências da actual legislação, bem como das pretensões do requerente.
O edifício proposto de 4 pisos acima do solo e sótão, é volumétricamente assumido, em consonância com morfologia urbana envolvente, sendo a composição de alçados similar aos demais, sendo constituído por formas de ortogonais puras, marcada por vãos amplos marcando por transparências e opacidades diferenciadas com uma leitura homogénea em toda a sua extensão, de forma a se enquadrar com as demais edifício presente na urbanização.
Teve-se algum cuidado no tratamentos dos alçados de forma a que todo o conjunto seja marcado uma homogeneidade em toda a sua extensão, bem como de uma sensibilidade estética específica, esperando-se que produza uma ambiência urbana caracterizada por grande simplicidade mas com amenidade e qualidade ambiental, onde se optou pelo mesmo tons dos edifícios na urbanização.
O piso 0 de r/chão é caracterizado por pela instalação de dois fogos habitacionais, de tipologias T2 de morfologia específica e de acabamentos, sendo que centralmente é formalizada principalmente pelos acessos verticais (escadas e elevador), de interligação entre os pisos.
Nos pisos 1,2 e 3, desenvolvem-se dois apartamentos por piso para habitação de tipologias T2 e T3, diferenciados em si em termos de morfologia específica e de equipamentos.
O piso sótão, será o aproveitamento do desvão da cobertura com de características acessórias de apoio aos fogos habitacionais, com arrecadações e sala de condomínio, com acesso à cobertura e zona técnica.
Como se demonstra nos alçados, os materiais são sóbrios como sejam reboco liso e as cores a aplicar nos paramentos são de tonalidades similares às existentes na frente urbana.
Não está previsto a estacionamento no interior da edificação, pois devido á contingências dimensionais, bem como não estarem previstos acesso no plano da urbanização, pelo que se julga ter sido acautelados o seu dimensionamento nos espaços públicos, como se pode depreender “in loco”.
Foram acautelados vários afectos funcionais, de acordo com o regulamento municipal, como seja a zona de estendal, zona técnica na cobertura para instalação de equipamento de climatização, sala do condomínio provida de instalação sanitária, arrumo do condomínio com água e esgoto no piso térreo.

destaque2

Em resumo, a presente proposta surge naturalmente de forma a enquadrar-se no local, pelo que se considera que o proposto não colide com as demais e dá continuidade e se integra perfeitamente na malha urbana, colmatando uma falta na frente urbana em questão. Sendo que a ocupação proposta, quer em termos quantitativos quer de geometria, resultará directamente da geometria e dos condicionalismos emergentes do local, pelo que tentamos garantir a morfologia verificada em situações similares.

 Designação
Edifício habitacional
 Função
Habitação
 Localização
Travessa do Telheiro, Lote B3 – Urbanização Casal do Telheiro – Arruda dos Vinhos
 Dono de Obra
Cinzel Mágico Construções, Lda.
 Data conclusão da obra
Julho 2021

Ficha Técnica
Arquitectura: Telmo Marques, Arq.
Engenharias: Sérgio Gomes, Eng.

destaque6destaque7

TELMO MARQUES ARQUITECTO – Licenciado em Arquitetura, pela Universidade Lusíada de Lisboa desde 2000, com formação complementar em avaliação imobiliária pela ESAI – Escola Superior de Actividades Imobiliárias em 2014,com um percurso profissional em vários gabinetes de arquitetura e engenharia, onde colaborou, entre 2000 a 2006. Desenvolve um caminho a sólido e dinâmico desde 2006, afirmando-se com base
no trabalho circunspecto, em que uma das principais preocupações é estar na vida para satisfazer todos os trabalhos que são propostos com um acompanhamento individualizado, o que permite olhar
para a profissão com agrado e prazer naquilo que faz.
Dedicando-se ao estudo e elaboração de projetos de diversas áreas tendo como base a arquitetura em todas as suas vertentes em espaço próprio, em Torres Novas que adotou para se estabelecer, tendo o seu trabalho maior expressão em Arruda dos Vinhos de onde é natural e concelhos limítrofes.
Abrange agora um leque amplo de actividades no domínio da arquitectura, com grande expressão na consultadoria de investimentos e assessoria de avaliação imobiliária e de fiscalidade, bem como no desenvolvimento de projetos com assinatura, “home styling” e com uma larga experiência em acompanhamento e fiscalização de obras.
Assente numa filosofia de trabalho, do mais insignificante ao mais complexo nas mais diversas fases, contando com a colaboração de profissionais todo o terreno, através de parcerias nas mais diversas
áreas, que permite dar resposta permanente a todo o tipo de desafios, criando ao longo do tempo uma relação de amizade e cumplicidade com os seus clientes.
Consolidação ao longo da vida do seu trabalho, com uma prática idónea e responsável, resistindo às adversidades e complexidades apresentadas, afirmando-se num importante contributo para o melhoramento efectivo da qualidade da arquitetura em todos os espaços intervencionados.

Projectos em carteira:
• Loteamento urbano de condomínio “Abelhais residences”;
• Complexo industrial de reciclagem “JMC- Ambiente”;
• Moradia Unifamiliar “Fernandes family”;
• Pavilhão industrial “CELLWATER”;
• Urbanização residencial “Corredouras Hauses”

 

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.