CLASSE+. Eficiência, valor e distinção na reabilitação

Manuel Bóia, Administrador da ADENE

Revista Anteprojectos - ed 293 - pg31Lançada pela ADENE no início de 2018, a etiquetagem energética CLASSE+ (www.classemais.pt) tem por princípio envolver os stakeholders de mercado na construção de soluções voluntárias de geração e partilha de valor entre clientes, empresas e parceiros prescritores, com custos otimizados de gestão e assegurando a sua sustentabilidade económica. Esta é já hoje uma referência no mercado da reabilitação, através do primeiro produto abrangido por esta iniciativa: as janelas eficientes, em colaboração com a ANFAJE (Associação Nacional dos Fabricantes de Janelas Eficientes).
Com a adesão voluntária de mais de 120 empresas do setor de janelas em menos de um ano, que representam mais de 50% do mercado em Portugal, a etiquetagem energética de janelas CLASSE+ está a contribuir decisivamente para a criação de padrões de maior exigência pelos prescritores e consumidores.
Ao disporem de um instrumento simples para pedirem soluções mais eficientes (ou seja, melhores classes de desempenho energético e instaladores credenciados), os clientes tornam-se mais exigentes e estimulam o desenvolvimento tecnológico das empresas. Factos comprovados pelo que aconteceu na etiqueta energética dos eletrodomésticos, onde as classes inferiores a B foram praticamente erradicadas do mercado, conseguindo-se uma redução do consumo energético específico de 25% em 10 anos de etiquetagem e eco-design.
Para assegurar uma instalação de qualidade que potencie e mantenha o bom desempenho das janelas etiquetadas, foram também formados perto de 400 profissionais instaladores de janelas CLASSE+ pela Academia ADENE como “Instaladores de Janelas Eficientes CLASSE+”.
Neste contexto, o papel dos prescritores, como arquitetos, engenheiros e outros profissionais do sector da construção/reabilitação é fundamental. Ao especificarem ou ao pedirem propostas e cotações ao mercado com referência à classificação energética CLASSE+ e à instalação por profissionais credenciados, não só estão a dar mais valor, qualidade e distinção aos serviços que prestam, como também contribuem para a redução da dependência energética e para a melhoria do tecido económico e empresarial do país.
A etiquetagem CLASSE+ representa, assim, uma vantagem competitiva para profissionais e empresas que usem esta referência no mercado. Além dos aspetos já referidos, a etiqueta energética CLASSE+ permite o acesso a incentivos financeiros, como o Programa Casa Eficiente 2020, o IFRRU 2020 e o Fundo de Eficiência Energética, onde a etiqueta energética é um requisito obrigatório.
Foi para proporcionar um maior envolvimento de gabinetes de arquitetura, empresas de engenharia e outras empresas da cadeia de valor da reabilitação, que a ADENE criou a Rede de Parceiros CLASSE+. A participação é gratuita e visa divulgar os seus membros enquanto entidades empenhadas na promoção da eficiência energética. Tem como contrapartida a simples integração, na sua atividade habitual e sem encargos adicionais, de preocupações com a eficiência energética, como a exigência da etiqueta CLASSE+ em projeto e em obra ou até a simples divulgação da etiqueta junto de clientes/consumidores, a acordar com a ADENE.
A Rede de Parceiros CLASSE+ integra nesta data mais de 30 membros e está aberta à participação de mais entidades. O ano de 2019 será de forte dinamização, dando ainda mais expressão e visibilidade ao trabalho dos membros da rede e contribuindo para a afirmação da etiquetagem enquanto instrumento central para a promoção da eficiência energética. Deixamos a todos os leitores que sejam agentes da cadeia de valor da reabilitação o desafio à participação nesta rede, bastando para tal contactar a ADENE através do e-mail [email protected] ou telefone 214 722 800.

Mais informações:

ADENE – Agência para Energia

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.