Parede-cortina da Kawneer abre Restelo Business Center ao Tejo

Restelo_Business_Center_1

Erguido naquele que era o último grande vazio urbano naquela encosta de Lisboa, o Restelo Business Center encontra-se num ponto de conexão entre dois eixos principais, o Rio Tejo e o Mosteiro dos Jerónimos.

Com autoria do atelier do arquiteto Francisco Simões, o Restelo Business Center é um espaço destinado à venda em regime de propriedade horizontal e para uso terciário, nomeadamente serviços e comércio, constituído por frações autónomas, independentes e isoladas entre si.

Erguê-lo naquele local não foi um desafio fácil: “A relação com a envolvente foi difícil, tendo em conta o gaveto onde se localiza. Igualmente as diferenças de cota condicionaram bastante os espaços. No final conseguimos uma relação bastante tranquila e equilibrada. Conseguimos dar a volta de forma inteligente”, refere o arquiteto Francisco Simões.

O volume construído distingue-se pela estrutura dividida em duas unidades – um centro de negócios e uma zona comercial -, bem como uma praça pública que se relaciona com os blocos e os interliga através de percursos pedonais e zonas de estar.

O conjunto foi idealizado como um todo homogéneo, em que as formas e os materiais utilizados imprimem uma forte contemporaneidade ao edifício. As soluções Kawneer de sistemas de alumínio para arquitetura são predominantes no edifício, que integra fachadas de grande dimensão.

Restelo_Business_Center_3Para o arquiteto “a Kawneer sempre nos foi uma marca de referência. Temos algumas obras com esta marca e tem-se mostrado um produto excecional, tanto em obra como em serviço pós-venda”.

Procurando dotar os edifícios de adequado sombreamento, Francisco Simões introduziu elementos de proteção solar, recuando e reduzindo a fenestração a Poente e a Nascente.

Para projetar tendo em conta as preocupações ambientais atuais, o atelier usou diversos sistemas construtivos, como a Parede cortina K1202 – KADRILLE da Kawneer, com janelas integradas de abertura interior oculta pelo exterior.

A preferência do arquiteto pelos produtos Kawneer destinou-se aos “grandes envidraçados voltados a Sul, com bastante incidência solar”, onde a Parede cortina K1202 – Kadrille da Kawneer, resulta na perfeição.

A fachada-cortina K1202 é o sistema mais testado no mercado. Oferece todas as vantagens de uma fachada-cortina de alto desempenho térmico e acústico e uma simplicidade de fabrico e montagem sem concorrência no mercado. Tem a vantagem de poder criar fachadas de alumínio, envidraçadas, sem limite de altura.

Na linha das solução de arquitetura sustentável e eficiência energética, o atelier Francisco Simões utilizou no Restelo Business Center lâminas de sombreamento, vidros duplos, ar condicionado por indução, que evita a proliferação de bactérias e a sua eventual transferência para o ar; torneiras de sensor que permitem uma maior poupança de água; estores elétricos para uma melhor gestão do isolamento térmico, e uma unidade inteligente, que gere e otimiza os consumos energéticos e sistemas de segurança.

Desta forma, e com o recurso aos materiais da Kawneer, o edifício encontra-se no caminho das soluções pró-ativas do campo da arquitetura sustentável, utilizando uma política de princípios ecológicos, de revalorização da área urbana e da qualidade de vida no trabalho.

Mais informações:

KAWNEER Portugal
Informação arquitetos e profissionais
Tlf: 935 441 582
[email protected]
www.kawneer.com/kawneer/portugal

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.