APFM anuncia investimento de 1.6 milhões de euros no sector por empresas europeias.

apfmA APFM – Associação Portuguesa de Facility Management anuncia um investimento no sector no total de 1.6 milhões de euros, investidos pela Firstminute Capital e vários fundadores de unicórnios europeus, bem como pela Innovation Nest (Polónia), Construtech Ventures (Brasil), 500 Startups (EUA) e Caixa Capital (Portugal). Os fundos foram investidos na startup portuguesa Infraspeak, para o desenvolvimento de ferramentas capazes de melhorar o sector.

O interesse do investimento é a contínua aposta no sector de Facility Management e a criação e melhoramento de produtos, soluções e plataformas que permitam facilitar operações levadas a cabo por gestores ou técnicos de empresas, com custos menores, um nível de stress inferior e uma maior eficiência.

Uma das tendências do sector será a crescente aposta em soluções digitais em indústrias que ainda não estão 100% familiarizadas com as mesmas, como a criação de um sistema que permita guardar registos de manutenção e gestão de infraestruturas para hotéis, hospitais e outros edifícios não residenciais.
Segundo Felipe Ávila da Costa, CEO da Infraspeak, “Após três anos focados no desenvolvimento do produto, na aquisição de clientes de referência e na criação de uma equipa da qual nos orgulhamos, chegou a altura de ambicionar novos voos. Fomos atrás dos parceiros certos para levar a Infraspeak para mais mercados internacionais e não podíamos estar mais orgulhosos de ter alguns dos melhores investidores do mundo a apoiar-nos neste projecto”.

Para a APFM, é um enorme prazer poder ajudar os seus associados a elevar cada vez mais a qualidade e oferta dentro do sector. Segundo Pedro Ló, Presidente da APFM, “estamos muito felizes por ver que a aposta em Facility Management é continua e que temos associados que trabalham todos os dias para oferecer diversos produtos e soluções inigualáveis, dando força e boa reputação ao nosso mercado”.

Mais informações:

APFM

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.