Habitação unifamiliar

Revista Anteprojectos - Março 2018 - 01

Num terreno de forma triangular com 2950,0m2, a casa implantada de um piso usufrui de muita luz natural, uma das premissas do projeto. Privilegiando a exposição de sul, apresenta uma área de construção de 415,0m2 dimensionada de forma muito simples com um eixo central que divide em termos gerais áreas sociais das áreas mais intimistas. Os espaços estão virados para o prazer da vivência interior e contemplação exterior. De linguagem contemporânea, o volume idealizado impõe dinamismo e identidade.

Revista Anteprojectos - Março 2018 - 02

Em termos de programa, definido pelo requerente, traduziu-se essencialmente numa casa de tipologia T4, que privilegia as energias renováveis nomeadamente a instalação de painéis solares de forma a minimizar custos inerentes na manutenção diária da habitação. De realçar em toda a casa a aplicação de fachada ventilada garantindo um melhor conforto térmico e o efeito visual pretendido no acabamento da mesma.

Revista Anteprojectos - Março 2018 - 03

Na compartimentação da habitação destacamos na área social, duas salas amplas divididas por um espaço de convívio exterior, a cozinha localizada de forma discreta junto a sala comum, e pequenos compartimentos de apoio. Na zona privada temos quatro quartos conforme solicitado pelo dono de obra. Cada quarto está equipado com a sua casa de banho, todos os quartos apresentam áreas equivalentes.

Revista Anteprojectos - Março 2018 - 04
Relativamente a luz zenital, que vai proporcionar uma luz uniforme e de acordo com o conceito pretendido vai incidir essencialmente na sala comum e corredor de acesso aos quartos. Este tipo de iluminação aliada a luz lateral permitirá criar ambientes dinâmicos de acordo com o tipo de utilização pretendida.
A casa evidencia uma relação clara com o exterior, criando áreas bem distintas, zona de refeição coberta e de lazer. Todo este espaço de convívio será enquadrado com uma vasta área verde possibilitando um ambiente mais intimista.

Revista Anteprojectos - Março 2018 - 05

Revista Anteprojectos - Março 2018 - 06

Revista Anteprojectos - Março 2018 - 07Valdemar Coutinho Arquitectos é um atelier de arquitetura, urbanismo, design e engenharia civil fundado por Valdemar Coutinho em 2001, tem uma equipa multidisciplinar, com a qual se desenvolvem variados tipos de projetos de entidades privadas ou públicas, tendo sempre em especial atenção em todos eles a economia de custo e sustentabilidade.
Está sempre patente no nosso trabalho, uma constante preocupação na realização de uma obra inserida num determinado contexto com adequada resposta técnica, ambiental e cultural, conjugado à beleza, e aspirando que perdure do ponto de vista espacial e temporal. Numa procura final da satisfação do dono de obra, construtores e intervenientes em todo o processo.
Para além de uma busca segura de novos materiais, procuramos melhorar abordando de forma científica a qualidade de vida aliada aos requisitos energéticos atuais. Somos uma equipa que levamos o trabalho com seriedade, impulsionados por uma ambição de que podemos moldar e mudar os edifícios para as pessoas e as comunidades em que se situam, trazendo qualidade espacial e luz, de forma pragmática sem comprometemos a qualidade.
Temos no nosso percurso várias obras em destaque nas plataformas internacionais da especialidade.
1º Lugar no concurso promovido pelo Município de Seia, para a elaboração do projeto de requalificação do Mercado Municipal de Seia.
2º Lugar no concurso promovido pelo Município de Lagos, para a requalificação do Complexo Primário em Lagos.
3º Lugar no concurso promovido pelo Município de Viana do Castelo, para o projeto de Regeneração Urbana no Centro Histórico de Viana do Castelo.

Obras:
Pavilhão do Atlântico, Pavilhão desportivo
Ano projeto: 2016
Local: Avenida do Atlântico, Viana do Castelo

E. Conde da Carreira, Edifício de habitação e comércio/serviços
(Reabilitação e Ampliação)
Ano projeto: 2010-2016 (projeto – fim de obra)
Local: Viana do Castelo

Edifício Manjovos, Edifício de habitação e comércio/serviços
(Reabilitação e Ampliação)
Ano projeto: 2012-2015 (projeto – fim de obra)
Local: Viana do Castelo

Mordoma Guest House, Alojamento
Ano projeto: 2011-2016 (projeto – fim de obra)
Local: Praça da Erva. Viana do Castelo.
Empreendimento Luzia Villas, Conjunto habitacional
Ano projeto 2000-2008 (inicio projeto – fim de obra (loteamento e casas)
Local: Viana do Castelo

Principais projectos em carteira
– Unidade hoteleira em Viana do Castelo.
– Reabilitação de edifício para habitação e comércio na rua Gago Coutinho em Viana do Castelo.

 

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.