Hotel My Story Figueira

Apresentação 1

O projeto para o Hotel My Story Figueira pretende a instalação de um hotel de quatro estrelas em dois edifícios situados no topo de um quarteirão da Baixa Pombalina, entre a Praça da Figueira, a Rua dos Fanqueiros e a Rua dos Douradores.

10 - Piso térreo _ vista de topo. AAMD

O edifício passará a ser uma única unidade e funcionará como hotel de 4 estrelas com 77 quartos, e com uma loja autónoma em termos físicos mas pertencente ao edifício.

09 - Mezzanine _ vista geral. AAMD

Em termos de distribuição funcional podemos descrever a organização do hotel pelos seus pisos, nomeadamente:
– Piso 0 – Neste piso localizam-se os principais acessos ao hotel, o de clientes pela entrada principal localizada no nº 15 da Praça da Figueira, e imediatamente ao lado a entrada direta para a área de restauração com possibilidade de serviço ao exterior. No lobby do hotel também se localiza a receção e uma zona de estar, a partir dai o acesso aos elevadores de hóspedes e á escada principal de distribuição, que permite o acesso a todos os pisos do edifício, e a ambas as alas dado se localizar precisamente ao centro de toda a massa construída.

03 - Piso térreo _ vista do maleiro. AAMD

No piso 0 ainda se encontra a loja que faz parte do edifício, mas tem acesso e utilização independente pela rua, será uma loja de dimensões relevantes com pé direito franco.
Esta Loja deverá manter a marca SEASIDE – FlagShipstore.

06 - Piso térreo _ vista balcão peq almoço. AAMD

Ao contrário da maior parte dos edifícios da baixa pombalina que viram os saguões ocupados na totalidade neste projeto decidimos desocupa-lo e voltar á originalidade, ou seja ir aberto até ao nível 0 trazendo luz natural até ao piso de entrada do hotel. Como esse saguão está localizado no centro dos edifícios achamos que seria um ótimo local para localizar as colunas de elevadores, tal com o PPSBP prevê, e assim damos uma utilização diferente e valorizadora deste elemento arquitetónico, pouco utilizado normalmente.

quarto tipo 01. AAMD

Nos pisos superiores encontram-se as áreas de quartos de hóspedes, com a ocupação das duas alas dos edifícios, com 20 unidades de alojamento distribuídas pelas fachadas exteriores e também duas para o saguão comum a vários edifícios, mantendo a situação existente nos edifícios atuais. No centro do edifício, estão agrupados os núcleos de escadas e elevadores, estes envolvidos pelo saguão particular do edifício, e a coluna de serviço composta pelo elevador de serviço e copa de piso.

A situação do edifício na malha urbana da Baixa Pombalina permite tirar sinergias da sua localização na zona histórica e com as colinas do Chiado e do Castelo de São Jorge em termos da sua utilização turística. A área encontra-se perfeitamente consolidada e garante todas as características de usufruto urbanístico da cidade para o cliente da unidade hoteleira.

 

Escritório MetroUrbe-3placa metrourbe_100x100cmA Metro Urbe é uma empresa criada em 2005 para a execução de projectos e estudos no âmbito da arquitectura.
Como principais responsáveis deste projecto temos os arquitectos João Pedras e Hélder da Silva Cordeiro, que fecham um ciclo colaborando em vários gabinetes e lançam as bases para a constituição de uma estrutura que está pronta a responder a desafios de variadas complexidades.
Em 2008 muda-se para novas instalações que acompanham o crescimento do gabinete e da equipa projectista, agora formada por 13 pessoas, esse crescimento permite abordar novas áreas e novos programas.
O atelier procura não só a execução directa de projectos, mas também investe tempo e meios em prospecção de negócios imobiliários prestando consultoria aos promotores e agentes imobiliários.
A permanente investigação e discussão de conceitos e materiais são uma premissa de evolução do gabinete, como mais-valia relativamente ao mercado.
Estamos convictos que é um novo ciclo no admirável mundo da arquitectura que representa para nós um desafio profissional.

Principais projectos em carteira
- My Story Tejo
– My Story Figueira
– My Story Augusta

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.