Parques Central e Sul de Águas Claras

Apresentação 1

O partido para os Parques Central e Sul de Águas Claras é definido, prioritariamente, pela via que liga a Estação A. Claras do Metrô, a oeste, ao Parque Ecológico A. Claras, ao norte, e ainda, a mesma estação ao Parque Sul através de 2 alamedas. Além dos benefícios advindos desta interligação, há aqui mais um dado estrutural do partido: a unificação das quadras que compõem o Parque Central sendo que permanece o sistema viário local. A unificação do Parque Central e sua integração ao Parque Sul são feitas por 2 vertentes: física e biótica.

sidonio2

Vertente Física: através do eixo de circulação e suas vias secundárias; das calçadas alargadas no entorno das quadras; dos blocos arquitetônicos, modulares e componíveis e das soluções espaciais e de mobiliário comuns aos dois parques.
Vertente Biótica: pelo emprego sistemático de solo e vegetação de cerrado mesclada por exemplares arbóreos da Mata Atlântica, já presentes no contexto.
A convergência destas vertentes resultou em um “continuum paisagístico” cuja leitura, pelo usuário, leva à identificação do espaço que percorre, usufrui e contempla como um território de fisionomia única.

sidonio3Praça dos Arcos

O eixo de circulação, com pistas separadas para pedestres e ciclistas contém as passarelas de ligação sobre o Metrô, as quais se destacam de forma emblemática no Parque.
Às calçadas existentes acrescentamos faixas de 2,00 m de largura em piso drenante. Assim transformadas em “promenade” sombreado, fazem a integração com o sistema viário.
Os edifícios que comporão o programa de necessidades em contraponto com as áreas verdes e de lazer por sua geometria, fazem contraste formal com o entorno arquitetônico. Sua modulação construtiva será de 1,25 m e contemplam conceitos de eco eficiência, rapidez de execução e economia.
As soluções apresentadas levaram em consideração os custos previstos no Edital, visando a viabilidade da obra. O projeto permite conveniente execução por etapas.

sidonio4Horto Botânico

sidonio5Praça do Skate

 

sidonio fotosidonio logoO escritório Sidonio Porto Arquitetos Associados, com sede em São Paulo desde a década de 70, tem executado projetos em praticamente todas as áreas de atividades no país e também no exterior. Recebeu vários prêmios em concursos e exposições e participou das Bienais de Arquitetura, tendo Sala Especial no ano de 2007.
Foi vencedor em 2005 do Concurso Nacional de Projetos de Arquitetura para a sede da Petrobras em Vitória/ES, concurso realizado pelo IAB – Instituto de Arquitetos do Brasil e do qual participaram cerca de 200 escritórios do Brasil e do exterior.
Tem projetos publicados nas revistas AU, Projeto Design, Elemental e outras.Consta do elenco de profissionais do livro “Arquitetos do Brasil” e em comemoração aos 45 anos de atividade do arquiteto titular, a Pro Livros lançou o livro “SIDONIO PORTO UM INTÉRPRETE DE SEU TEMPO”.
Ao longo dos anos se integraram ao escritório, a arquiteta Lucia Porto incorporando sua intensa experiência na área paisagística e posteriormente o arquiteto Marcio Porto, após seu exercício profissional por mais de 3 anos nos Estados Unidos.
Seguiu-se uma trajetória dos titulares como profissionais liberais autores de projetos de arquitetura, urbanismo e paisagismo para centros administrativos, parques industriais, praças e espaços urbanos, públicos e particulares.
Além do cuidado com os aspectos construtivos, permeiam todos os projetos, conceitos de modulação e flexibilidade, custos compatíveis e atendimento aos princípios de arquitetura sustentável e ecoeficiente.
O escritório que sempre contou com a participação de bons profissionais, em todos os níveis, busca desde seu início uma atuação contínua, visando a correta integração de seus projetos à geografia e cultura do sítio, à racionalidade construtiva e adequação dos materiais, além da busca ininterrupta de uma expressão coerente com o espírito de seu tempo.

Projectos em carteira:
- Edifício Paulista I
– Sorocaba Refrescos
– Instituto Bola Pra Frente
– Brazilglass
– CPTM

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.