Edith Blumenthal

Apresentação 1

O Edith Blumenthal será um novo conjunto comercial com cerca de 3.000m² de área construída localizado no bairro de Pinheiros, região oeste de São Paulo. O edifício de cinco pavimentos e três subsolos para estacionamento está com previsão de iniciar obras no segundo semestre de 2017.

Apresentação 1

Por situar-se ao lado de uma vila de casas foi necessário adequar o projeto a diversas restrições, sendo a principal delas uma altura máxima de 15m. Este fato associado ao espaço exíguo do terreno tornou o desenvolvimento deste conjunto ainda mais desafiador, na busca por soluções que permitissem o bom aproveitamento do espaço está o uso de elevadores de veículos para acesso às garagens, em que foi eliminado as tradicionais rampas.

As lajes em balanço nas laterais permitem a liberação integral dos pavimentos superiores, que parecem flutuar.

Model

Uma forte característica deste projeto é a relação que estabelece com o antigo casario do início do século XX, do qual a cidade já perdeu inúmeros exemplares. Decidimos manter o plano frontal do casario em um diálogo permanente com seu entorno urbano.

Por outro lado eleva-se um volume em concreto, rigoroso em seu silêncio, ausente de aberturas que traz simbolicamente consigo a idéia reversa da metrópole: a instrospecção, o olhar dirigido à própria interioridade, numa postura enigmática e intensa – marcas da expressividade deste conjunto.

Model

A luz é filtrada para o seu interior através de um painel metálico (brise) desenhado como uma renda que resgata a memória de uma artesania propriamente brasileira.

 

Samuel Kruchin_PBLogo Kruchin.cdrSamuel Kruchin é o arquiteto titular da KRUCHIN arquitetura escritório localizado no importante bairro da Vila Madalena em São Paulo – um dos primeiros escritórios a trabalhar, no âmbito privado, com a área de preservação e restauro. Além das intervenções de restauro, entendidas como prática de arquitetura contemporânea –, o atelier trabalha ainda com o desenvolvimento de planos urbanísticos, desenho de mobiliário, entre outros projetos para programas que se estendem de residências a edificações institucionais, e espaços comerciais, objeto de publicações futuras.
Entre os projetos premiados estão: o “EEPG Barão de Monte Santo”, pelo IAB-SP; o Prêmio Categoria Patrimônio Arquitetônico, pela 3ª Bienal Internacional de São Paulo (1997); o projeto “João Cabral: Um Memorial à Poesia Brasileira”, pela 5ª Bienal Internacional de São Paulo (2003); a “Fábrica Santa Helena”, pela Revista Arquitetura & Construção (O Melhor da Arquitetura 2011), e o pelo conjunto de sua obra como Destaque do Ano como Arquiteto o Prêmio “Oscar Niemeyer Soares Filho”, realizado pelo IBRACON (Instituto Brasileiro do Concreto) em Belo Horizonte, Minas Gerais em 2016.
Das iniciativas pioneiras destaca-se a formatação de cursos específicos, tanto na graduação quanto na pós-graduação, visando o aperfeiçoamento técnico dos estudantes e dos profissionais na área de preservação e restauro.
Entre as publicações já realizadas estão: “KRUCHIN”, com conjunto de obras em aço, editado pela J.J. Carol em 2006, e “1000x Architecture of the Americas”, edição de 2008 pela Braun (Alemanha).

Projectos em carteira:
- Praça Pamplona – Brasil
– Universidade Cruzeiro do Sul – Brasil
– Restauro do Palácio da Justiça de São Paulo – Brasil
– Capela Nova Serrana – Brasil
– Powercenter Regente Feijó – Brasil
– Edifício Regente Feijó – Brasil

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.