Casa MM

IMG_1355

Localizada num bairro caracterizado com construções de génese ilegal, nascerá uma habitação definida com os seus limites exteriores oblíquos, desenhando assim, os diferentes vãos da habitação de dois pisos com cobertura acessível, de modo a contemplar uma privilegiada vista.

Os pisos da habitação, são evidenciados nos diferentes alçados, através de planos paralelos que marcam de forma austera o pavimento do piso 1 e cobertura.

famoes

A edificação proposta para o terreno, inserido no loteamento do Bairro dos 4, aprovado pela Câmara de Odivelas, na Rua Padre António Vieira, Lt 539, Famões, Odivelas, resolve-se em dois pisos composta por: cozinha e sala de estar que coabitam no mesmo espaço com pé-direito duplo, no piso 0 e ainda uma casa banho, e no piso 1, dois quartos simples, e um quarto com suite, tendo ainda uma varanda no quadrante Norte.

Não estando prevista área coberta destinada a estacionamento coberto, a habitação eleva-se à cota +239,45 onde o acesso pedonal é feito pela Rua Padre António Vieira, através de uma rampa inserido no lote e o acesso automóvel é executado através da Rua José Rodrigues Migueis.

ACCamera_2

É garantida a acessibilidade no exterior da habitação com recurso a pavimentos contínuos no envolto da habitação.

O volume habitacional é envolvido e caracterizado por planos que se retraem para o interior da habitação, definindo os diferentes vãos da habitação.

Na cobertura, a habitação é forrada a lajetas térmicas, e a caixilharia em alumínio lacados a preto com estores de cor negra, contrastam com o volume branco.

famoes2

Sombras das diferentes horas do dia, desenham a obliquidade dos diferentes quadrantes da habitação de cromática branca.

 

o arquitecto2logo1arquitectos_pequena4003A ´SMG Arquitectos´ é um gabinete sediado em Lisboa, que elabora estudos e projectos de arquitectura para todo o território nacional, desenvolvendo e coordenando todas as fases de Projecto, nomeadamente: o Programa Base, o Estudo Prévio, o Anteprojecto, o Projeto de Execução e a Assistência Técnica à Obra.
É constituído por profissionais através de parcerias, incluindo arquitectos paisagistas, engenheiros e engenheiros técnicos para o desenvolvimento das diversas especialidades.
A arquitectura que o gabinete procura, está na singular interpretação do lugar, como espaço de confluência de acontecimentos díspares. Na interpretação de culturas locais, essas que não se somam – encontram-se, misturam-se, alteram-se, reconfiguram-se.
Interpreta-se ainda aqui, o território análogo a um texto, necessário em ser modificado, criado ou apagado, mas que o seu conteúdo possa igualmente ser modificado, projectando-se fora de suposições fixas, ideias pré-concebidas ou estereótipos.
O desenho testemunha o nascimento de um novo mundo. A forma de testemunho é o toque – o desenho toca o mundo, esses infindáveis mundos em fermentação.

Projectos em carteira:
– Casa Olive
– Casa em Azeitão
– Casa MM
– Apartamento Prieto
– Casa Crespo

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.