Nacional – Biblioteca Municipal de Setúbal

“Nos últimos anos, Setúbal tem sentido fortes transformações urbanísticas na área urbana compreendida entre o núcleo urbano antigo da cidade e a zona de Frente Ribeirinha da Cidade de Setúbal que permitiram na reconversão, reabilitação e construção de novos espaços públicos e de vários equipamentos municipais. Ao aumento de oferta cultural e turística, agregou-se a renovação do Parque Escolar do Concelho de Setúbal e a concretização de novas vias de acesso rodoviário que permitiram transladar as rotas de veículos pesados de mercadorias do centro da cidade para as áreas industriais e portuária, assim como melhorar o acesso automóvel ao centro da cidade.
Por outro lado, o aumento populacional do concelho de Setúbal das últimas décadas, acentuou a necessidade de ampliação da biblioteca municipal em funcionamento parcial desde 1948 no no 188 da Avenida Luísa Todi. Entre 1987 e 1992 o edifício após uma intervenção profunda passou desde essa data a ser utilizado na íntegra pela biblioteca municipal, actualmente este equipamento transparece algumas carências de funcionalidade e acessibilidade e principalmente a carência espacial para dar resposta à população existente no concelho de Setúbal. Para além deste edifício existem quatro pólos da biblioteca pública espalhados pelo território do concelho o pólo de S. Julião, o pólo da Bela Vista, o pólo da Gâmbia e o pólo Sebastião da Gama/Azeitão.
Conhecedor desta realidade, o município com a assessoria da Ordem dos Arquitectos – Secção Regional Sul, propõe-se desenvolver em concurso público para a elaboração do projecto da Biblioteca Municipal de Setúbal,
É vontade da CMS que este projecto venha a ser uma marca de referência no panorama arquitectónico nacional, a partir das respostas apresentadas a questões urbanísticas de particular exigência no local de implantação previsto. Para execução deste projecto, no entanto, a CMS terá de se submeter a uma candidatura de financiamento, de cuja aceitação dependerá a realização da obra.”

Processo de Concurso

Mais informação poderão ser obtidas aqui.

Respostas aos Pedidos de Esclarecimentos até Quarta, 13 Março, 2013 (23:59)
Apresentação das Propostas até Terça, 2 Abril, 2013 (17:00)

ANÚNCIO
Anúncio de Procedimento nº 523, publicado em D.R. nº 23/2013 a 01 Feb, 2013
Data de Envio do Anúncio para Publicação em D.R. Sexta, 1 Fevereiro, 2013

Habilitações Profissionais
Podem apresentar trabalhos de concepção, à data prevista para o efeito:
a) Profissionais independentes ou empresários em nome individual com inscrição efectiva ou temporária em vigor na Ordem dos Arquitectos, ou em organismo ou associação profissional congénere à da Ordem dos Arquitectos;
b) Pessoas colectivas cujo objecto social abranja a actividade de elaboração de estudos ou projectos de arquitectura.

Prazo para Apresentação das Propostas
60 dias a contar da data de envio do Anúncio para publicação em DR (até às 17:00)
Elementos do Projecto
Os concorrentes devem apresentar:
a) Memória Descritiva e Justificativa, com o número máximo de 25 (vinte e cinco) páginas;
b) Quadro Resumo de Áreas para cada uma das unidades conceptuais;
c) Estimativa do Custo Total da Obra;
d) 4 Paineís A1.

Critério de Selecção
A selecção dos trabalhos de concepção é realizada de acordo com factores de avaliação que, por ordem decrescente da sua importância, são os seguintes:
a) Qualidade da solução proposta – 70 %;
b) Exiquibilidade técnico-finamceira da solução – 30 %.
O factor de avaliação previsto na alínea a) compreende ainda os seguintes subfactores:
Integração na envolvente – 35 %;
Adequabilidade ao Programa Funcional – 35 %;
Dimensão inovadora – 15 %;
Flexibilidade intrínseca da solução – 15 %.
O factor de avaliação previsto na alínea b) compreende ainda os seguintes subfactores:
Viabilidade técnico/financeira da solução – 50 %;
Racionalidade das soluções construtivas – 50 %.

Prémios
Aos concorrentes selecionados cujos trabalhos ficarem ordenados em primeiro, segundo e terceiro, serão
atribuídos, respetivamente, os seguintes prémios:
1º Prémio: € 12 000,00 (doze mil euros);
2º Prémio: € 8 000,00 (oito mil euros);
3º Prémio: € 5 000,00 (cinco mil euros).
Aos autores dos restantes trabalhos, que se distingam pela sua singularidade, poderão ser atribuídas Menções Honrosas de natureza não pecuniária.
Nº de Seleccionados por Ajuste Directo: 1
Prazo de execução do contrato: Não definido
Prazo de Manutenção das Propostas: Não definido
Preço Base: 340.000,00€
Plataforma Electrónica: Compras Públicas
Custo do Processo de Concurso: Gratuito

A leitura da informação constante neste site não dispensa a consulta do anúncio do procedimento publicado em Diário da República, assim como das informações e documentos inseridos na plataforma utilizada pela Entidade Adjudicante.

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.