Casa na Meia Via

O projecto parte de uma leitura atenta do terreno e das relações entre os seus limites e para além dos mesmos. É um projecto de uma casa, que não poderia ser executada num outro lugar. O seu enraizamento no terreno promove isso mesmo, a ancoragem da casa com o lugar, que através do declive do terreno descendente a sul, vai se descobrindo a casa que se revela através de um volume que se equilibra com os vazios gerados.

A casa está desenhada de modo a harmonizar as suas relações com o interior e exterior, designadamente na disposição das aberturas, procurando a privacidade e maximizando a boa orientação dos espaços e a sua relação directa com o exterior.

Os espaços propostos dividem-se em espaços sociais e espaços mais privados, clarificando a lógica espacial e natural da casa na sua relação muito aberta com o exterior, quer seja através de pátios que são perfurados pela luz, quer sejam por vãos que naturalmente são abertos pelos raios solares.

A casa articula-se em 2 pisos, sendo o piso térreo submerso por uma cobertura vegetal, promovendo assim o prolongamento do terreno proveniente de norte. Neste piso está praticamente todo o programa, áreas sociais como a Sala comum, Cozinha em articulação com o exterior e zona de quartos em articulação com pátios. Á medida que se percorrem os espaços mais intimos da casa, percebe-se o lógica da criação dos pátios que visam criar privacidade para estas áreas, que se orientam a nascente. No piso 1, e num volume bem depurado, percebe-se a criação de um espaço introspectivo onde a atenção se vira mais para um espaço de leitura, embora se perceba a criação de um vazio para a sala de estar com luz zenital.

Esta é uma casa para este lugar e para mais nenhum outro.

filosofia
“… Porque eu sou do tamanho do que vejo, e não do tamanho da minha altura…” (Fernando Pessoa)

perfil
Falar da adarq, é falar de um atelier multidisciplinar, onde a arquitectura desempenha um papel preponderante nesta sua actividade, desenvolvendo projectos para clientes privados e para o sector público nacional e internacional.
A qualidade do seu trabalho, já garantiu o apoio e colaboração a outros gabinetes de arquitectura e arquitectos, tanto no apoio nas diversas fases de projecto, como na produção de imagens virtuais.
A experiência e reconhecimento adquiridos por este atelier destacam-se pelo processo criativo de experimentação, maturação, estratégia e teoria, abrangendo várias escalas e conteúdos programáticos.
A exigência da qualidade da fase de projecto, reflecte-se no rigor da sua execução.
A forma dos edifícios que tem projectado é o resultado de uma estratégia de eficácia e não um objectivo de ordem puramente estético. A criação de soluções racionais e emocionais, procuram responder aos problemas básicos da arquitectura, como o espaço, a luz, a escala.
O trabalho do atelier tem estado centrado, sobretudo em criar não só a arquitectura ideal, mas de sobremaneira procura e cultiva uma arquitectura essencial, que aliada ao seu contexto irá compor um significado.

Projectos em carteira
– Edifícios de Habitação
– Equipamentos
– Serviços
– Comércio
– Reabilitação

 

Comentários:

Deixar uma resposta

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.